Saiba como os dados impulsionam a campanha de fim de ano do Spotify.

Seu 2017 em música.

Com o ano de 2017 chegando ao fim, chegou a hora de fazer uma retrospectiva. Voltemos lá atrás… quando “I Gotta Feeling” era a música mais escutada no Spotify. Em 2009, o clássico do Black Eyed Peas conquistou o primeiro lugar em nossa lista das 100 faixas mais tocadas do ano, superando hinos como “Poker Face” e “Halo” (sim, você tá ficando velho). Publicamos essa lista para comemorar nosso ano musical com a seguinte ideia em mente: se tivéssemos acesso a esses dados incríveis, poderíamos também relevar às pessoas quais canções elas mais ouviram.

Quer saber? Outras pessoas tiveram a mesma curiosidade. Em 2013, o projeto ficou maior, com a criação de recapitulações personalizadas para cada ouvinte, utilizando suas próprias estatísticas de streaming. Em 2014, passamos a distribuir playlists personalizadas. Com mais ouvintes e dados ainda melhores, pudemos proporcionar aos fãs uma experiência sob medida, comprovando a capacidade de o Spotify em conquistá-los. A partir daí, continuamos explorando a utilização de dados de uma forma inovadora, tornando cada recapitulação de ano mais especial que a do anterior.

Hoje, nossa campanha de fim de ano deixou de ser oficialmente uma paixão para se transformar em fenômeno cultural. Com atividades envolvendo bilhões e bilhões de dados e rolando no Spotify todos os dias, dá para entender bem as pessoas. Cada playlist, compartilhamento e música escutada nos diz algo a respeito delas. Agora, podemos recontar suas histórias para os ouvintes e para o mundo.

Este ano, essas histórias nos inspiraram a elaborar uma lista de metas para 2018. Estas são apenas algumas delas:

  • Levar o treino tão a sério quanto as 1907 pessoas que fizeram playlists chamadas “Força, Foco e Fé”.
  • Passar menos calor do que a pessoa que ouviu “Ar-Condicionado no 15” todos os dias de julho a outubro.
  • Suar mais do que as 27.914 pessoas que colocaram “Despacito” em playlists de corrida.
  • Curioso para saber como foi o seu ano musical? Vamos te contar aqui, com detalhes, sobre suas faixas e artistas preferidos, além de muito mais.

Inteligência de streaming: a mágica por trás de tudo.

Podemos criar essas experiências utilizando uma pitada de mágica… e uma boa dose de dados. Chamamos isso de inteligência de streaming. Considerando que o nosso público de 140 milhões de ouvintes faz streaming em diferentes momentos do dia e em diferentes dispositivos, podemos saber exatamente quem eles são, como ouvem suas músicas e em que contexto se situam.

Essa inteligência de streaming nos permite criar experiências megapersonalizadas para os ouvintes, como a Sua Máquina do Tempo, que os leva de volta às suas músicas preferidas da adolescência. Ou, quem sabe, o Radar de Novidades, uma playlist semanal e personalizada com novas músicas de seus artistas favoritos.

Defina suas metas para 2018.

Na plataforma gratuita do Spotify, nossos ouvintes confiam em nossa capacidade de apresentar apenas anúncios relevantes enquanto ouvem as músicas que mais curtem. E em se tratando de marcas, isso significa uma grande oportunidade de usar nossa inteligência de streaming e atingir seu público no contexto certo, com a mensagem certa.

Ao conferir a sua retrospectiva de 2017, você terá um conjunto personalizado de metas para 2018. E esta é uma das nossas: entender profundamente as pessoas por meio da música e usar essa compreensão para ajudá-las a descobrir novos conteúdos e novas experiências com as marcas com as quais elas mais se relacionam.

Entre em contato

O Spotify for Brands leva sua mensagem ao seu público enquanto ele ouve o que realmente gosta. Fale conosco para saber como.